Roda Cultural

­­­A Roda Cultural­ é um evento realizado mensalmente em frente ao prédio do CCS, na Cidade Universitária. É baseada nas tradições das manifestações da cultura popular realizadas ao redor dos tambores onde o público se agrega à brincadeira cantando, tocando e dançando. Esta característica­ integradora cria um ambiente onde o aprendizado das danças ali realizadas se dá através da vivência dos participantes, quebrando a organização hierárquica de um espetáculo. As manifestações da cultura popular são revividas próximas de sua essência genuína, trazendo para o espaço acadêmico seu potencial de ação enquanto elemento sensibilizador tanto no sentido estético quanto filosófico, social e político. Inverte-se o foco de visão do participante de fora para dentro das manifestações e expressões artísticas da cultura popular.

Ela é composta, principalmente, por manifestações afrodescendentes, como Jongo, Coco, Samba de Roda, Cacuriá, Tambor de Crioula dentre outras. Essas manifestações no decorrer da história inscrevem-se de forma marginalizada, sobretudo pelo preconceito manifestado pela classe dominante que as compreendia como rituais pagãos. Havia uma associação das danças de terreiro dos escravos negros com a desordem, a desonestidade, o sensualismo e o consumo de álcool, que trazia uma reprovação por parte da sociedade estruturada pelos códigos morais europeus e cristãos (Dias, 2001, p. 861).

Após as primeiras reuniões para se tocar e dançar ao redor desses tambores, ocorreu um evento que foi um marco importante na história da roda. Durante a festa de encerramento do Projeto “Forró do Fundão", em dezembro de 2006, na sede da Coordenação de Extensão Universitária situada na Ilha do Catalão, no campus da UFRJ, as turmas da educação física e dança envolveram-se de tal maneira na brincadeira que acabaram por configurar o formato em que hoje ela é realizada.
Percebemos que a escolha do local atual promoveu uma maior participação de alunos pertencentes dos demais cursos da universidade, o que, de certa forma possibilitou o conhecimento de outras manifestações populares pelos alunos, funcionários, professores e comunidade que transitam por aquele local. O número de pessoas dançando, cantando ou apenas assistindo vem aumentando significativamente. 

P6220200_1.JPGroda13_1.jpg

roda24_1.jpg

 

 

­­­­­